AGENDA

RECESSO PARLAMENTAR (VEREADORES): 23/12/2022 - 30/01/2023

SESSÃO ORDINÁRIA: 07/02 - 17H

imprensa

18/11/2022

Pronunciamento

Cacá Tavares cobra do prefeito a adequação do telhado da Arena Multiuso: “Reforma ou fecha”

Destaque

Na sessão ordinária desta quinta-feira, 17 de novembro, o vereador Cassiano Tavares, o Cacá (Podemos),comentou o anúncio da administração pública municipal de que serão instalados guard-rails em alguns pontos da Avenida Beira Rio. Cacá relembrou que a ação vem sendo solicitada por ele e outros vereadores há algum tempo na Câmara.

Em sua avaliação, casos de irresponsabilidade de motoristas que circulam no trecho são comuns, porém, os acidentes nem sempre são causados por imprudência no trânsito. Ele ponderou que as estruturas de proteção são necessárias para evitar acidentes fatais. “É um debate polêmico, mas é um debate que tem que ser feito, para salvar a vida de algumas pessoas”, reforçou.

“Reforma ou fecha”

O vereador também abordou as condições do telhado da Arena Multiuso, com problemas de goteira e iluminação, que motivaram a transferência do jogo da Abel Moda na Superliga Feminina de Vôlei para o ginásio do Sesi.

“A gente sabe que o problema não vem desta administração, ele já se arrasta há alguns anos, mas o prefeito agora é o Ari Vequi. Vão esperar ele sair pra não ter em quem mais botar a culpa? Alguma coisa tem que ser feita. Ou reforma ou fecha. Assumam que não tem competência para arrumar o ginásio”, exclamou o vereador.

Grafite apagado

Outro assunto levantado por Cacá foi o apagamento de um painel artístico produzido por grafiteiros na Praça Sesquicentenário. O vereador afirmou que o grafite fazia parte da programação do evento cultural “Desafio dos Parques”, realizado no dia 5 de novembro, porém, não teria sido consentido pela Prefeitura.

“No dia seguinte apagaram. O pessoal desta administração não gosta de Cultura. Imaginem se eles fossem rápidos assim para arrumar o problema do banheiro da praça? Ia ser a coisa mais linda do mundo”, contrapôs. “Realmente foi uma falha da organização do evento, que não pediram autorização para fazer o grafite. Ok. Mas foi feito sábado e a gurizada não tinha nem acabado, voltaram segunda-feira pra acabar e já estava apagado?”, indagou.

Cacá insistiu que a administração municipal deveria ter a mesma agilidade para manutenção e reabertura dos sanitários da Praça Sesquicentenário, justificando que as famílias não têm as condições básicas para frequentar o local de lazer. 

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também