AGENDA

SESSÃO ITINERANTE - CRISTALINA (CANCELADA): 01/12 - 18H30

imprensa

30/09/2022

Requerimento

Vereadores propõem ao governo ações para incentivar a mobilidade elétrica em Brusque

Destaque

O vereador Jean Pirola (PP) se manifesta na tribuna. Foto: Arquivo/Imprensa Câmara Brusque.

Em requerimento, os vereadores Alessandro Simas (PP) e Jean Pirola (PP) sugerem ao prefeito Ari Vequi (MDB) que o governo municipal realize estudos a fim de providenciar a implantação de pontos de recarga para veículos elétricos nos parques e prédios públicos, oferecer incentivo fiscal, mediante descontos no IPTU, a quem instalar pontos de recarga em estabelecimentos comerciais, promover a renovação da frota municipal com veículos totalmente elétricos e conceder a isenção da taxa de Área Azul a veículos desse tipo. O texto foi aprovado durante a sessão ordinária da última terça-feira, 27 de setembro.

Pirola contou que a proposta teria sido motivada por um brusquense que mora em Balneário Camboriú. “Quando apresentamos ao Rubens Rau o projeto que temos com a Alemanha [50 Parcerias pelo Clima], pelo qual foram implantados três postes inteligentes [as estações Smight] na cidade - nas praças Sesquicentenário, Barão de Schneeburg e em frente à Unifebe - ele ficou admirado por não saber que a sua cidade-natal já tinha pontos de recarga de veículos automotores, bicicletas, motocicletas”, disse. “Eles querem criar uma grande rede, principalmente da parte turística, para que os usuários de veículos elétricos possam saber onde terão condições de fazer uma carga”, explicou.

O parlamentar lembrou que Brusque conta também com o projeto BBike de estações de compartilhamento de bicicletas elétricas. “São cinco pontos que estão parados porque, quando foram fazer a inauguração, infelizmente, a bicicleta dava choque. Na época, levaram essas bicicletas para o conserto, para verificar o motivo, mas elas não retornaram.”

Ele defendeu, por fim, os demais itens do requerimento, como a renovação da frota municipal. “Sabemos que seria dificultoso, mas por que não começar com um ou dois veículos? O Zoobotânico e o Turismo, por exemplo, poderiam estar utilizando carros elétricos, para demonstrar que temos que mudar dos combustíveis fósseis para uma energia limpa. A Europa já está modificando. Em poucos anos, a Alemanha não permitirá mais veículos que não usem energia limpa. Por que não começar por Brusque, por Santa Catarina?”, indagou o vereador. “Quiçá a gente possa levar ao poder público essa ideia de começar a incentivar, seja com desconto no IPTU, na Área Azul ou pela aquisição de veículos elétricos, a utilização desse novo modal”.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também