AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA: 23/08 - 17H

imprensa

18/05/2022

Pronunciamento

Alessandro Simas sugere a abertura de mais duas pistas em trecho da SC-486 próximo à rotatória da Lagoa Dourada

Destaque

Durante a sessão ordinária desta terça-feira, 17 de maio, o vereador Alessandro Simas (PP) propôs que sejam providenciadas mais duas pistas de rolamento em trecho da SC-486 imediatamente anterior à rotatória da Lagoa Dourada, no sentido Centro-bairro. Ele salientou que vem pedindo à Prefeitura a adoção de medidas para desafogar o trânsito no local desde 2018 e que a demanda provém principalmente das comunidades de Dom Joaquim, Rio Branco, Lagoa Dourada, barra de Águas Claras, Tomaz Coelho, Cedrinho e outras.

“Se a gente for do Centro para Dom Joaquim nos horários do meio-dia e das 18h, vamos levar, da Sancris até o bairro, no mínimo, de 50 minutos a uma hora e 20 minutos. Da mesma forma, quando as pessoas vêm de Dom Joaquim e região para o Centro, tenho relatos de gente que sai às 7h do Tomaz Coelho e chega no trabalho às 8h”, afirmou o parlamentar.

“[As pistas extras] não é uma coisa difícil de se fazer porque a lateral direita, sentido Centro-bairro, está dentro da área dos 50 ou 30 metros [de recuo] do rio. Se a gente levasse, pela beira da rodovia, duas pistas numa extensão de 150 ou 200 metros e jogássemos a rótula mais para a direita, teria duas pistas para passar tanto bairro-Centro como Centro-bairro”, sugeriu.

“Claro que não vai resolver totalmente o problema, mas os moradores daquela região que precisam trabalhar no dia a dia sofrem e perdem mais de uma hora para vir de manhã e mais de uma hora para voltar”, emendou o edil. “Talvez seja uma forma de amenizar esse sofrimento”.

Em aparte, Nik Angelo Imhof (MDB), informou que a revitalização da rodovia a ser executada pela Prefeitura contemplará o trecho citado por Simas. “Os projetos estão prontos e acredito que, se o Estado liberar o restante do orçamento para fazer essa recuperação, a obra vai sair do papel”, observou o líder do governo Ari Vequi (MDB).

“Nesse momento, talvez uma medida paliativa seja o melhor para darmos um alívio a essas comunidades”, respondeu o progressista ao retomar a palavra.

População em situação de rua

Simas comentou ainda que indivíduos em situação de rua teriam se alojado nas dependências da antiga estação de tratamento de água da Renaux View, na rua Carlos Gracher. “Ali na frente [do imóvel ocupado] existem prédios, pessoas que circulam durante a noite, crianças, jovens que vêm da faculdade e estão sendo interpelados e, de certa forma, sentindo-se ameaçados pelos moradores de rua”, disse. “Eles passam o dia fazendo coisa ruim, usando drogas, como há relatos, e depois voltam para o Albergue”, criticou o vereador, defendendo que a cidade se mobilize para encontrar com urgência uma solução para o problema. 

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também