AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA: 23/08 - 17H

imprensa

23/03/2022

Pronunciamento

Alessandro Simas responde declarações de Marlina sobre denúncias que envolvem servidores do Samae

Destaque

Ao usar a tribuna durante a sessão ordinária desta terça-feira, 22 de março, o vereador Alessandro Simas (sem partido) rebateu declarações da vereadora Marlina Oliveira (PT) em pronunciamento da reunião da semana passada. Na ocasião, ela abordou denúncias a respeito de supostos atos praticados por servidores do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto, o Samae.

Simas iniciou frisando que o vereador tem imunidade parlamentar na tribuna, “desde que se fale aquilo que seja verdade e não ofenda ou calunie qualquer pessoa da sociedade”, ponderou. “As alegações que a vereadora fez aqui nessa tribuna, de organização criminosa, assassinos, dentre outros, quero deixar claro que em momento algum participo desse tipo de organização”, prosseguiu.

O vereador — que é presidente da Câmara — citou um organograma apresentado por Marlina que mostra o nome do presidente do PTB em Brusque, Jones Bosio, no centro, ligando-o a indicações de cargos comissionados no poder público municipal, entre eles, o cargo de chefia de gabinete da presidência do Poder Legislativo. “Onde que a chefia de gabinete está envolvida em corrupção? Em organização criminosa?”, exaltou, ao defender o trabalho exercido por Daniela Bosio, lotada no cargo atualmente.

“Em relação a alegações feitas aqui, de tráfico de drogas, combustível, jogatina, tentativa de assassinato, onde isso foi comprovado? Não foi e não será”, reiterou. Ele mencionou uma reunião entre vereadores e o diretor-presidente do Samae, Luciano Camargo, realizada na Câmara na semana passada, que pautou tais denúncias na autarquia. “Ele fez um ótimo trabalho em 2021”, avaliou. “Acabou com a falta de água no verão do Loteamento Cyro Gevaerd na Limeira”, exemplificou Simas, sobre a atuação de Camargo.

Em relação à fala de Marlina sobre indicações de cargos comissionados por Bosio, Simas frisou que é de conhecimento de todos que a administração pública tem cargos desta natureza. “O Samae tem cargos do Democratas, do PP, do MDB, do DC, tem cargos técnicos. E eu vou mostrar depois quem são esses cargos, ou melhor, o próprio Luciano pode mostrar para vocês”, declarou.

“O seu partido também loteia cargos”, justificou ao se dirigir à Oliveira. “Na segunda administração do ex-prefeito cassado Paulo Eccel (PT) havia um organograma de acordo com o número de votos. O partido fez tantos votos, tem direito a tantos cargos”, acusou. “O que quero deixar muito claro é que o trabalho que nós viemos desenvolvendo enquanto Câmara de Vereadores em momento algum será afetado por esse discurso da vereadora”, defendeu. 

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também