AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA: 11/10 - 17H

imprensa

18/03/2022

Pronunciamento

“Eu seria ‘isentão’ se não tivesse opinião”, rebate Cacá Tavares sobre críticas em redes sociais

Destaque

No uso da tribuna durante a sessão ordinária desta terça-feira, 15 de março, Cassiano Tavares, o Cacá (Podemos), voltou a falar dos alagamentos ocorridos na Rua Orides Schwartz, no bairro Guarani, abordados por ele na sessão de 8 de fevereiro. O assunto voltou à tona na fala do vereador André Rezini (PL) momentos antes na reunião.

“Vamos acreditar na promessa da Prefeitura de que o problema será resolvido esse ano, porque ali vai ser um acesso à Beira Rio, que passará ali por trás, e à ponte que vai ligar o Rio Branco”, disse Tavares.

Num segundo momento, ele reclamou de críticas recebidas de munícipes nas redes sociais por não compreenderem seu posicionamento político declarado como independente. Tavares disse que o questionaram sobre ter reuniões com o prefeito, o secretário de Obras e representantes da Fundação Cultural. “Quer dizer que porque sou independente eu tenho que ser um imbecil? Não tenho que ter bom relacionamento? ”, indagou.

“Não entrei para fazer amigo, mas também não entrei para fazer inimigo”, declarou.“É impressionante. As pessoas sabem lidar com quem é situação e quem é oposição, a pessoa que é independente é ‘isentão’. 'Isentão’ é o caramba, eu seria ‘isentão’ se não tivesse opinião”, exaltou. “Não tenho que puxar o saco de ninguém também. Eu não sou político, eu estou vereador”, ponderou.

Cultura

Cacá ainda convidou o público para prestigiar a exposição intitulada “O Legado de Frieda Germer”, na Livraria Graf. A mostra contempla as principais obras que a artista produziu sobre a colonização de Brusque e também aspectos históricos sobre sua vida.

“Uma pessoa importante da história brusquense”, frisou Cacá. A exposição segue aberta até o dia 31 de março, com entrada gratuita e livre para todos os públicos.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também