AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA (online, via aplicativo): 29/09 - 17H

imprensa

09/07/2020

Pronunciamento

Paulinho Sestrem noticia semestre sem homicídios em Brusque e enaltece trabalho da PM

Destaque

Vereador Paulinho Sestrem, durante a sessão ordinária de 7 de julho.

Durante a sessão ordinária desta terça-feira, 7 de julho, o vereador Paulinho Sestrem (Republicanos) teceu comentários a respeito das respostas encaminhadas pelo 18º Batalhão de Polícia Militar (18º BPM) ao Pedido de Informação nº 21/2020, apresentado por ele em coautoria com Marcos Deichmann (Patriota). No final do mês de maio, os parlamentares pediram formalmente à corporação uma série de dados com o objetivo de efetuar uma avaliação estatística da criminalidade municipal.

“Fiquei realmente impactado com alguns números. O primeiro destaque é que Brusque fechou o primeiro semestre de 2020 sem homicídios, ou seja, nesse período, Brusque foi a única cidade de Santa Catarina acima de 100 mil habitantes a completar o primeiro semestre sem nenhum registro de homicídio. Enquanto, infelizmente, o nosso estado teve um incremento superior a 14% no número de homicídios, no primeiro semestre de 2020 Brusque não somou vítimas, motivo de comemoração para os órgãos da Segurança Pública e de orgulho para os brusquenses”, afirmou Sestrem.

De acordo com o vereador, tal estatística é atribuída pelo tenente-coronel Otávio Manoel Ferreira Filho a fatores como “uma sociedade ordeira e trabalhadora, economia pujante, ‘mesmo nessa situação difícil do Covid-19’, parceria forte entre os órgãos de Segurança Pública e os de Justiça, profissionais comprometidos e éticos, e as ações de cada policial militar que labuta diariamente no combate ao crime e ao criminoso, de forma incansável”.

Sestrem ainda citou outras informações repassadas pelo 18º BPM. Os dados apontam para uma queda na criminalidade quando analisados crimes como furtos e roubos, embora o número de policiais militares em atividade no município tenha diminuído. Em 2018, eram 103 agentes, hoje, eles são 90. Ao finalizar, ele parabenizou Ferreira Filho pela eficiência à frente do comando do batalhão.

Recursos da Cosip

Ao abrir seu discurso, Sestrem repercutiu a denúncia feita pouco antes pelo também vereador Gerson Luís Morelli, o Keka (Podemos), que acusou a Prefeitura de Brusque de ter usado indevidamente quase meio milhão de reais para adquirir materiais de decoração natalina nos anos de 2017 e 2018.

“Isso é muito dinheiro. Na semana passada, tivemos um ciclone na cidade e esse dinheiro da Cosip também serve para melhorias e benfeitorias com postes, iluminação pública. Claro que sabemos que também tem a parte da Celesc, mas fiquei realmente estarrecido com o pronunciamento do Keka. Vamos acompanhar o desfecho dessa situação”, disse. 

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também