AGENDA

MULHER, O QUE TE PRENDE? - SEGUNDO ENCONTRO: 19/09 - 19H

SESSÃO ORDINÁRIA: 24/09 - 17H

LICITAÇÃO - PREGÃO 01/2019: 27/09 - 14H

imprensa

04/07/2019

Longo Prazo

Legislativo pede retomada do projeto Planeja Brusque 2040

Destaque

Vereadores aprovaram, durante a sessão ordinária desta terça-feira, 2 de julho, o Requerimento n° 59/2019, apresentado pelo vereador Jean Pirola (PP) ao Poder Executivo. A proposição pede que a Prefeitura retome, com as adaptações necessárias, o projeto Planeja Brusque 2040, lançado em 2011. “Um projeto que deu origem a muitas incubadoras e vários outros elementos que contribuíram para o crescimento do nosso município”, relembrou o proponente.

No pedido, o autor frisa que a ação foi articulada no ano de 2010, pela Associação Comercial de Brusque (Acibr), o Centro Universitário de Brusque (Unifebe) e a Uniasselvi. Em tribuna, ele informou que entrou em contato com essas instituições sobre o assunto e sustentou que as mesmas deveriam, em parceria com a administração municipal, reorganizar o movimento. “Considerando que o crescimento desordenado da cidade traz transtornos em todos os aspectos, tanto na esfera privada quanto na área pública”, justifica o requerimento.

Ao citar matéria publicada pelo Jornal O Munícipio em 21 de junho, referente ao projeto interrompido, Pirola pontuou o trecho da entrevista concedia pelo ex-prefeito Paulo Eccel ao veículo: “Ele chama a classe empresarial de casta e que não são eles que comandam a cidade. No meu ponto de vista, a administração de uma cidade é de todos, sejam empresários ou empregados”, rebateu.

Em outro trecho da matéria comentado pelo vereador, Eccel teria afirmado que, em sua gestão, foram angariados recursos de um financiamento internacional, porém, sem aprovação da Câmara Municipal, na época. “Primeiramente, ele não conseguiu o recurso”, pontuou o parlamentar. “O que votamos aqui na Câmara foi uma autorização para que o prefeito pudesse buscar o financiamento, no valor de R$ 96 mi”, continuou.

“Se nós não tivéssemos rejeitado o projeto naquele momento, hoje, a Prefeitura estaria endividada e, talvez, a obra nem estaria em andamento”, acentuou o orador, sobre a afirmação do ex-prefeito. “Estou aqui revoltado por que, novamente, parece que a Câmara de Vereadores é culpada pela má gestão anterior”, exclamou.

Em contrapartida, o vereador Claudemir Duarte, o Tuta (PT), reprovou a abordagem de Pirola que, segundo Tuta, desqualifica o governo de Eccel: “É obvio que não havia captado o recurso. Sem aprovação da Câmara, como iria captar? ”, indagou. O vereador ainda defendeu que a busca pela captação do valor correspondente ao projeto não foi uma ação isolada do ex-prefeito, mas discutida pela administração como um todo, naquela gestão. 

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também