AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA: 18/12 - 17H

imprensa

28/11/2018

União

Comitiva de vereadores pleiteará construção da barragem de Botuverá ao Comandante Moisés

Destaque

Uma comitiva de vereadores será formada para levar ao governador eleito de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva - o Comandante Moisés (PSL), a demanda regional pela construção da barragem de Botuverá. A proposta de constituição do grupo foi formalizada em requerimento (71/2018) apresentado pelo vereador André Rezini (PPS) e aprovada pelo plenário da Câmara Municipal de Brusque na sessão ordinária desta terça-feira, 27.

Na proposição, o parlamentar registra que a reunião com o Comandante Moisés buscará “esclarecer quais as intenções do novo gestor frente à barragem planejada” e reforça a importância da obra para a segurança da população, frente às constantes cheias que atingem o Vale do Itajaí, e os avanços que proporcionará à captação de água.

“Vamos também convidar oficialmente vereadores de Botuverá, Itajaí, Guabiruba e de outras câmaras da nossa microrregião, empresários e entidades representativas, para que possamos marcar esse encontro com o novo governador e sua equipe já para o início de 2019”, disse Rezini. “Temos que ir a Florianópolis reivindicar esse projeto. Se não o colocarmos em execução, toda a região terá uma perda enorme, principalmente as comunidades que residem próximo do rio”.

Sem representatividade, sem barragem

A morosidade para o início do empreendimento voltou a ecoar na tribuna do Legislativo brusquense na semana passada, quando os vereadores Ivan Martins (PSD)Jean Pirola (PP) dedicaram pronunciamentos à demanda e receberam apoio de outros parlamentares.

Ontem, Rezini questionou os motivos que teriam levado à paralisação das tratativas relacionadas à obra, criticando a falta de representatividade política de Brusque e região em nível estadual e federal. “Infelizmente, quem paga o preço é a nossa cidade e os municípios vizinhos”, lamentou.

“Nós fomos enganados”, declarou o vereador Claudemir Duarte, o Tuta (PT), ao lembrar da ocasião em que o tema foi tratado junto ao governo catarinense na sede da Associação Empresarial de Brusque (Acibr). “No Oeste, estavam inaugurando duas ou três barragens que talvez nem estivessem em pauta quando começamos a discussão sobre a de Botuverá. Representação política nós tínhamos, mas não fomos representados”.

Para Sebastião Lima, o Dr. Lima (PSDB), a comitiva terá força para pleitear as medidas necessárias: “Muitas vezes, a representatividade vinculada a interesses político-partidários são bloqueios para que consigamos determinadas coisas. A comitiva é o caminho correto, sem brilhos individuais. Vamos discutir o assunto com respeito, pois ele [Moisés] não tem culpa de nada do que aconteceu no passado. Temos a forma legal de solicitar esse serviço”.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também