AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA: 21/08 - 17H

imprensa

16/05/2018

Pronunciamento

Sestrem chama a atenção para os transtornos causados pelas obras do PAC no Steffen

Destaque

Em pronunciamento durante a sessão ordinária desta terça-feira, 15, o vereador Paulinho Sestrem (PRP) solicitou à Prefeitura e à Secretaria de Obras que sejam tomadas providência em relação aos problemas que as obras financiadas pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) têm causado no bairro Steffen.

O parlamentar contou que buracos precisaram ser abertos em muros de casas, especialmente na Rua Guilherme Steffen, a fim de que água acumulada na pista durante as chuvas encontre um caminho para chegar até o ribeirão mais próximo. “Esperamos que a Secretaria de Obras, que vem fazendo um bom trabalho em outros locais, também possa resolver ou apresentar um projeto de melhorias para a Guilherme Steffen”.

A Guilherme Steffen, acrescentou, integra uma das regiões mais atingidas por alagamentos em todo o bairro, devido a características geográficas do local: “A comunidade está ansiosa, aguardando respostas quanto às obras de drenagem”. O vereador disse que alguns moradores não estariam de acordo com a solução cogitada pela Prefeitura, que já estaria estudando medidas alternativas.

Em aparte, Marcos Deichmann (Patriota) sugeriu que a situação seja levada a conhecimento da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc): “Talvez algum deputado tenha dinheiro para enviar a Brusque e resolver o caso” – disse o vereador, que na mesma reunião já havia criticado parlamentares de atuação estadual e federal que têm destinado recursos a Brusque em ano eleitoral.

Jean Pirola (PP) também se manifestou em aparte, observando que o bairro Cerâmica Reis enfrenta dificuldade semelhante: “Com o apoio da comunidade e dos vereadores, a administração irá olhar com bons olhos para esta situação, que certamente será resolvida em pouco tempo”.

Maio Amarelo

Por fim, Sestrem discorreu sobre a campanha Maio Amarelo, cuja proposta é chamar a atenção para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Ele pediu ao governo que retome o desenvolvimento de programas educativos que visavam alcançar resultados em médio e longo prazos e providencie a manutenção das estruturas que envolvem a engenharia do trânsito na cidade: sinalização vertical e horizontal, travessias elevadas, ciclofaixas, tachões, entre outras. A fiscalização, emendou, também precisa de reforço. 

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também