AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA : 21/11 - 17H

REUNIÃO CPI DO PROCESSO SELETIVO DO SAMAE : 04/12 - 14H

imprensa

31/10/2017

Saúde

​Câmara antecipa devolução de recursos à Prefeitura para viabilizar acordo com o Hospital Azambuja

Destaque

A mesa diretora da Câmara de Vereadores de Brusque resolveu antecipar a devolução de R$ 200 mil à Prefeitura a fim de que poder público consiga garantir a normalidade dos atendimentos via Sistema Único de Saúde (SUS) no Hospital Azambuja. 

A medida foi referendada em ofício assinado pelo presidente em exercício do Legislativo, Sebastião Lima, o Dr. Lima (PSDB), e os secretários Paulinho Sestrem (PRP) e Claudemir Duarte, o Tuta (PT), e anunciada em coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira, 31, no salão nobre da Prefeitura, oportunidade em que Dr. Lima e o presidente licenciado, Jean Pirola (PP), falaram aos jornalistas sobre a decisão.

Eles explicaram que o valor da devolução consta das economias que a casa legislativa dispõe em conta bancária - oriundas dos repasses do Orçamento e que normalmente são transferidas ao Executivo a cada mês de dezembro. Esses recursos, somados a outros da prefeitura, possibilitaram que o prefeito Jonas Oscar Paegle (PSB) e o administrador do hospital, Fabiano Amorim, chegassem a um acordo em relação ao convênio firmado entre o órgão público a instituição hospitalar.

A quantia corresponde a um reajuste de 5,19% no contrato e será empregada de novembro de 2017 a março de 2018, quando deve ocorrer, segundo o secretário municipal de Saúde, Humberto Fornari, uma nova rodada de negociações, desta vez com o envolvimento dos prefeitos de Guabiruba, Botuverá, Gaspar, Itajaí, Canelinha, Major Gercino, Nova Trento, entre outros, já que o Azambuja também atende pessoas vindas desses municípios. O acordo prevê ainda que, em março, os salários dos funcionários do hospital serão aumentados conforme o reajuste a ser concedido nos vencimentos do funcionalismo público municipal.

Os vereadores Ana Helena Boos (PP), Marcos Deichmann (PEN), Claudemir Duarte, o Tuta (PT), Paulinho Sestrem (PRP), Leonardo Schmitz (DEM), Gerson Luís Morelli, o Keka (PSB), Deivis da Silva (PMDB) e Cleiton Luiz Bittelbrunn (PRP) também acompanharam a coletiva.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também