AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA : 21/11 - 17H

REUNIÃO CPI DO PROCESSO SELETIVO DO SAMAE : 04/12 - 14H

imprensa

13/09/2017

​Deichmann agradece à prefeitura por serviço executado no Azambuja e levanta outras demandas

Destaque

Em pronunciamento durante a sessão ordinária desta terça-feira, 12, o vereador Marcos Deichmann (PEN) agradeceu ao governo municipal por ter atendido a um pedido de sua autoria, apresentado semana passada, pelo fechamento de um buraco na rua Nossa Senhora de Lourdes, no bairro Azambuja.

Depois, comentou sobre a visita que fez à rua Arlindo Brogni, no Dom Joaquim, onde em vários pontos o esgoto corre a céu aberto, contaminando um córrego próximo e a mata do entorno. “Faz oito anos que isso está desse jeito e nada foi feito. Não é culpa da administração atual, mas peço que deem atenção urgente a essas famílias, porque o mau cheiro é terrível”, frisou Deichmann, que também apontou a demanda por macrodrenagem no local.

Outra situação abordada pelo vereador diz respeito à rua Poço Fundo, no bairro homônimo, que não está inteiramente pavimentada e onde também é possível ver esgoto correndo a céu aberto. Uma mulher teria relatado que alguns moradores planejavam obstruir o acesso à via em forma de protesto, para cobrar alguma ação por parte do governo diante do problema, mas o parlamentar os teria convencido a não levar a intenção adiante, a fim de que outras pessoas não fossem prejudicadas.

Em aparte, Paulinho Sestrem (PRP) contou que já esteve na localidade e também ouviu de moradores as mesmas solicitações levantadas por Deichmann, e reforçou o pedido para que o Executivo busque uma solução para a rua Poço Fundo.

Sebastião Lima, o Dr. Lima (PSDB), também em aparte, elogiou a conduta de Deichmann em intervir para que a via não fosse bloqueada, evitando transtornos aos munícipes e à administração pública.

Deichmann pediu ao líder do governo, Deivis da Silva, o Deivis Jr. (PMDB), que leve suas reivindicações ao prefeito, Dr. Jonas Paegle, o vice-prefeito, Ari Vequi, e o secretário de obras, Ricardo José de Souza.

Macrodrenagem

Num segundo momento, o vereador se manifestou sobre uma gravação no qual o diretor-presidente do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), Roberto Bolognini, refere-se à obra de macrodrenagem realizada no bairro Santa Rita (integrante do PAC Nova Brasília) como “vagabunda”, “fuleira” e “escandalosa”: “Então, está sendo gasto dinheiro com uma obra que não surtirá resultados? E como fica o pessoal do Nova Brasília? Peço esclarecimentos para saber quem está certo, se o diretor-presidente do Samae ou a prefeitura. A população não pode ficar à mercê dessas picuinhas dentro do governo. Acho que tem que trabalhar em conjunto para um bom resultado. Por isso, fiz um pedido de informação, para saber se está sendo bem gasto esse dinheiro”, finalizou.    

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também