AGENDA

SESSÃO SOLENE - ENTREGA DE COMENDAS: 25/10 - 18H

SESSÃO ORDINÁRIA : 31/10 - 17H

imprensa

06/09/2017

Deivis Jr. fala sobre ações e obras do governo municipal

Destaque

Em pronunciamento durante a sessão ordinária desta terça feira, 5, o vereador Deivis da Silva, o Deivis Jr. (PMDB), falou sobre a medida previamente tomada pelo governo quanto à coleta de lixo na rua Eduardo Wiederkehr, no bairro Primeiro de Maio, onde um trecho mais estreito dificulta o acesso do caminhão de coleta até o final da via. “A Recicle está indo com um carro menor, tipo uma Pampa. [...] Carrega e vai baldeando para a parte de baixo, onde o caminhão chega”, disse o parlamentar ao exibir da localidade. O vereador acrescentou que a Secretaria de Obras estuda alargar a referida pista e se a qualidade da pavimentação no local suportaria a frequente passagem de um veículo com cerca de 10 toneladas, como o que é usado pela Recicle.

Deivis comentou também sobre a execução das obras para o fechamento de uma cratera aberta há aproximadamente oito anos na rua ZT-02, no bairro Zantão. Ele salientou que já foram providenciados os serviços de enrocamento e tubulação naquela localidade, e o trabalho, viabilizado por uma parceria entre prefeitura e comunidade, encontra-se praticamente concluído.

O vereador apresentou ainda detalhes referentes aos serviços executados na rua Otaviano Rosa, no Cedro Alto, pela Ramos Terraplanagem Ltda. Segundo Deivis, moradores teriam reclamado do baixo número de funcionários da empresa executora em atividade no local. “A obra tem quase cinco quilômetros de extensão e eles ficam espalhados em vários trechos diferentes, dando a impressão de que são poucos”, justificou.

Ele também disse que conversou com a engenheira responsável a respeito do andamento dos trabalhos: “Ela nos passou que aconteceu um certo atraso. Até o momento, cerca de 940 metros foram concluídos. [...] Foi feita uma sondagem de todo aquele trecho e na hora de executar se viu que teria que retirar mais barro do que estava programado. Foi feito um novo levantamento topográfico para análise da Caixa Econômica Federal. Tudo isso, fora a questão das chuvas, atrasou a obra em torno de 45 dias”.

De acordo com Deivis, a previsão é de que os serviços sejam finalizados em, no máximo, 24 meses.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também